Pular para o conteúdo principal

Cinematográfico blog

Cinematográfico blog...

Ontem fui ao cinema com Vanessa, a amada, para a estréia de "A pantera cor-de-rosa". Hilário, porém um pouco abaixo dos estrelados por Peter Sellers. Não, a culpa não é de Steve Martin, aliás, ótimo como o inspetor Closeau, e mais por culpa do roteiro, muito aquém da série clássica.
Martin manteve bem o papel de Closeau, mantendo o sotaque utilizado por Sellers mas sem que sua interpretação fosse uma imitação. Não havia o Kato e, por consequência, não haviam as hilárias cenas de luta no apartamento do inspetor. Porém, haviam Jean Reno, ótimo, no papel de Ponton, "assistente" de Closeau e Kevin Kline, perfeito, como o inspetor-chefe Dreyfuss.
Salvaram-se os personagens, que mereciam um roteiro digno deles. Mas devo dizer que a cena do globo terrestre, que foi uma homenagem ao filme original, a cena da aula de sotaque americano, a cena do Viagra e a cena onde Closeau e Ponton tem que "provar" que são dançarinos da cantora Xania ( a tal da Beyoncee) já valeram o ingresso, sem sombra de dúvidas.
Mas, depois de anos, percebi a razão de eu tanto gostar de Closeau. Além de ser um ótimo personagem, notei algumas semelhanças comigo, como, por exemplo, achar que está fazendo tudo certo e na verdade estar mais perdido do que cego em tiroteio. Isso sem falar que sou quase tão inoportuno quanto ele e também nunca soube como lidar direito com as mulheres. Felizmente Vanessa, a amada, é uma ótima professora.
Pensando nessas particularidades em comum com Closeau, comecei a ver que tenho algumas características de outros personagens que eu gosto muito. Vai ver é por isso que gostamos de alguns personagens, pelo fato de, de alguma forma, nos identificarmos com eles ou querermos de alguma forma ser como eles. Dá uma ohada nos meus personagens favoritos e similaridades que tenho com eles:

-Garfield: Mal-humor e sarcasmo crônicos.
-Conan, o bárbaro: São tão delicado quanto.
-Musashi: Sou tão vidrado nos treinos de artes marciais quanto ele, mas tomo banho.
-Recruta Zero: Preguiça crônica
-Charlie Brown: Ah, o otimismo e a auto-estima!
-Urso Fowzy, dos Muppets: Ótimas piadas como as dele.
-Shreck: Razões óbvias, tão ogro quanto.
-Peter Parker, o homem-aranha: Tão azarado e duro quanto, e com uma namorada tão gostosa quanto (uhuuuuu).

E vocês, queridos 4 leitores, tem algum ou alguns personagens com os quais se identificam?

Comentários

  1. Achei seu blog no orkut e estou aki fazendo uma visita!!Mto legal o seu blog!!! Quanto ao post, ainda n assiti o filme, mas pretendo assistir no próximo final de semana... Quanto a um personagem q eu me identifique, n sei bem... N me ocorreu nenhum agora... Se lembrar de algum, volto aki e posto.
    Bjus pra vc e parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  2. Acabei de encontrar este seu blog e estou a char interessante!
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  3. Ihhh... vou eleger meus 4 também ...
    beijos

    ResponderExcluir
  4. cara não gosto muito do Steve Martin mas pelo trailer o filme parace ser bom, sobre os personagens, sem pensar duas vezes fico com o garfield, visto que ele ama lasanha e odeia segunda-feira, engraçado... eu tbm rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  5. Hilário adorei as comparações olha os meus:
    Gato de botas (Shrek): cara de piedade antes do ataque
    Fiona em versão ogro: gorda
    Mas na verdade eu gostaria de ter semelhança com a Chun Li do Street Fight, tipo assim nada que uma lipoaspiraçao tirando as banhas e uns 500 ml de silicone em cada seio nao resolva

    ResponderExcluir
  6. E vc viu... nao sao apenas 4 leitores...
    agora vc tem mais leitores que se identificam. Pq a pior coisa e ouvir de alguém: Oi leio seu blogger todo dia!!!
    E vc nunca viu um mísero comentário do babaca

    ResponderExcluir
  7. adorei u template daki..

    ;*

    ResponderExcluir
  8. vanessa6:05 PM

    Amor, a dia do cinema foi muito legal mesmo!!! Eu adorei o filme e agora vou ver os originais com vc que eu sempre me pede pra ver e durmo sempre..rss
    E quanto as personagens, creio que todo mundo tem um pouco de garfield, tb odeio segunda feira, sou preguiçosa tb.
    O burro do sherk tb tem a ver comigo , falo tanto quando ele , e nas piores horas possíveis...
    aqui no trabalho todo mundo me chama de pocahontas por causa do cabelo...mas não tenho nada a ver com ela!
    Fiona não poderia faltar...pois eu amoooo meu ogrinho!!! que é meu amor verdadeiro que me transformou em uma linda princesa!! te amo!!!
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Anônimo12:20 PM

    You have an outstanding good and well structured site. I enjoyed browsing through it lexus suspension part stop smoking and lose weight drug 2001 lexus rx 300 parts

    ResponderExcluir
  10. Anônimo2:17 PM

    Cool blog, interesting information... Keep it UP » »

    ResponderExcluir
  11. Anônimo5:38 AM

    You have an outstanding good and well structured site. I enjoyed browsing through it Brisket slow cook oven Pda phone 2006 Managment accounting ultram side effects california refinance

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Os 47 ronin, parte 2: A hora da vingança.

Como dito no post anterior,  o daimyo Asano Naganori se viu obrigado a realizar o seppuku por ter ferido um superior no palácio do Shogun.
Tal notícia foi levada para Oishi Kuranosuke Yoshio, conselheiro de Asano, que assumiu o comando e levou a família Asano para longe, antes de cumprir as ordens do Shogunato e entregar o palácio e o feudo para agentes governamentais.
Dos mais de 300 homens de  Asano, 45, junto com o líder Oishi, recusaram-se a permitir que o seu senhor não fosse vingado, embora o Shogunato houvesse proibido a vingança nesse caso. Sim, haviam casos em que a vingança era tolerada.
Eles se uniram, fazendo um juramento secreto para vingar seu mestre matando o vacilão do Kira, mesmo sabendo que seriam punidos severamente por isso.
Só que o Kira tava bem guardado, e sua residência tinha sido fortificada e a segurança reforçada pois todo mundo sabia que os samurai eram meio doidos. Os ronin perceberam que teriam que esperar a poeira baixar antes que pudessem ter uma peque…

"Cheio de Ki" blog

Você tem dificuldade em entender como funciona um moinho de vento? Ou como água vira vapor? Ou porque algo queima quando fica muito quente? Você pode até não saber aquelas fórmulas e cálculos da aula de física, mas sabe mais ou menos como o trem funciona e o que há de comum neles todos, não? Pois é, energia. Então, por que raios mistificar a palavra japonesa “Ki”? Pois é basicamente o que ela significa. Nós ocidentais costumamos ter certa dificuldade pra entender termos japoneses (orientais em geral na verdade) e, a maneira japonesa de se expressar acaba dificultando o nosso entendimento também. No caso do “Ki”, levamos o troço pra um nível esotérico, místico e imaginamos ser uma energia interna que nos faz soltar Hadoukens, ou algo como a Força em “Star Wars”. Nos parece um termo que só é utilizado por algum coroa igual ao Pai Mei, isolado em alguma montanha no lugar mais isolado, mas na verdade é um termo bem comum. Por exemplo: 磁気 (JIKI) , nos remete ao magnetismo. 電気 (Denki),…

Natalino Blog

Então, é Natal. Época de paz, confraternização, respeito, religiosidade, harmonia, solidariedade e muitas outras palavras bonitas. Resumindo, é epóca de hipocrisia.
Não, eu não sou contra o Natal e não, não sou contra as pessoas serem pacíficas, fraternais, respeitosas, religiosas, harmônicas, solidárias e outros adjetivos bonitos. Mas seria interessante se fossem assim o ano todo.
Mas o meu problema com Natal é outro. Meu problema com o Natal se resume simplesmente à atmosfera natalina. Minha dúvida é: Todo maldito lugar tem que ficar tocando música natalina????
Porra, eu juro que não aguento mais musiquinha de harpa, "Jingle bells" em ritmo de gospel music, Simone cantando música natalina, malditos brinquedinhos chineses tocando a mesma música em todos os camelôs... além da decoração. Juro que não aguento ver mais pinheiros, sininhos e guirlandas. Aliás, pra quem é alto esse problema fica ainda pior, pois toda hora damos uma cabeçada em alguma guirlanda. Aliás, uma dúvida que…