Pular para o conteúdo principal

Anti pop-up blog

Todos os que estão lendo este texto com certeza conhecem os malditos pop-ups que qualquer criatura que navegue na internet odeia, não é? Pois é, eu também detesto essas malditas janelas que surgem na sua frente e que te fazem odiar a empresa que as coloca, o que é justamente o contrário da intenção de quem os colocou ali, certo? Pois é, mas quem disse que só as pessoas que utilizam internet é que odeiam os pop-ups? Eu digo que qualquer um que ande por alguma grande cidade odeia os pop-ups, mesmo que nunca tenha utilizado um computador na vida. Quem é que nunca foi abordado por algum panfleteiro com aqueles papéis de "Compro ouro", "Crédito ilimitado" ou "xerox 10 centavos"?



Certa vez eu, ao passar pela rua Uruguaiana no centro do Rio resolvi pegar todos os papéis que me entregassem e contabilizei no final mais ou menos 12 panfletos de "Compro ouro", 11 de "Crédito ilimitado" e uns 20 de "Relax à 10 reais". Ah, por "Relax" entenda "chupada", "boquete", "felação", "felatio", "bolagato" e/ou similares. Mas esses malditos pop-ups da vida real estavam limitados à pequenas empresas cuja única forma de propaganda era esta, até mesmo pelo fato de não ser necessário uma propaganda maior mas, de uns tempos pra cá as coisas começaram a mudar. Empresas grandes como uma certa loja de departamentos e um grande banco começaram a utilizar esse maldita forma de propaganda, contratando as maiores malas sem alça que existem, tornando esse maldito pop-up quase um spam!Exemplo bom mesmo são as lojas de departamento como a C&A, Leader, Renner,Lojas Americanas. Cada uma delas com seus respectivos malas-de-papel-crepom-sem-alça-e-sem-rodinha-na-chuva perguntando: Já tem nosso cartão senhor?Precisa de dinheiro rápido senhor? Quer conhecer uma oportunidade única senhor? E por vai...

Tenho pena mesmo das senhoras e senhores que são abordados por esses malas, pop-ups ambulantes oferecendo empréstimos rápidos com desconto em folha. Ao meu ver esse tipo de abordagem irrita e não funciona como uma boa jogada de marketing. Mas, podem render boas risadas! Experimente perguntar pra qualquer um deles se os juros cobrados são simples ou compostos. A cara que eles fazem ao ouvir a pergunta já vale pra te deixar de bom-humor o resto do dia.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Coisificado blog

Sabe como é ter realização profissional? Eu não.
Há um certo tempo venho notando que deixei de ser uma pessoa, o Alexandre Santana, e virei o "rapaz do ponto". Sim, eu cuido da frequência no porto do Rio, em especial da Guarda Portuária. É um trabalho. É digno. É honesto. Mas deixei de ser uma pessoa e me tornei um relógio de ponto. Fui coisificado.
Sim. Na maioria dos dias eu mal chego (07:00) e não ouço bom dia e sim um "Ei, o relógio está com defeito!" ou um "Oi, estou com um probleminha aqui no ponto..." e o pior de todos "Olha, vocês me deram falta aqui (sim, eu fui na frequência de um fdp aleatório e taquei falta, claro...)". 
Eu imagino que na maioria dos empregos realmente seja assim e que eu esteja reclamando de barriga cheia. Pode ser. O problema é que não estou lidando com clientes, e sim com pessoas que trabalham na mesma empresa que eu. Com a grande diferença que estou EFETIVAMENTE trabalhando, diferente da grande maioria.
Foda-se, …

Limítrofe Blog.

Você acorda cedo.

Você acorda cedo e sai de casa cedo.

Você acorda cedo e sai de casa cedo pois pega dois ônibus para ir pro trabalho.

Você acorda cedo e sai de casa cedo pois pega dois ônibus para ir pro trabalho pois quer ir em relativo silêncio.

Você acorda cedo e sai de casa cedo pois pega dois ônibus para ir pro trabalho pois quer ir em relativo silêncio visto que no trem, onde você levaria somente meia hora para chegar ao trabalho, o silêncio é algo que não existe.

Você acorda cedo e sai de casa cedo pois pega dois ônibus para ir pro trabalho pois quer ir em relativo silêncio visto que no trem, onde você levaria somente meia hora para chegar ao trabalho, o silêncio é algo que não existe e você quer um pouco de silêncio em sua vida pois no seu trabalho o telefone toca o tempo todo e em casa você tem vizinhos ouvindo música alta o tempo todo e na frente de casa tem uma porra de um lanterneiro.

E todo o dia a mesma coisa. E todo dia é o Dia da Marmota.

Você já nem aguenta mais ouvir seu n…

Suicida blog

Quero morrer.

Não literalmente. Essa eu aguardo sem muita pressa, mas já sabendo que é inevitável.

É mais uma espécie de "morte figurada", por assim dizer. Aos poucos eu venho matando o Alexandre que foi construído ao longo dos anos e que meio que estacionou. Esse Alexandre já não tem mais muito espaço, esse Alexandre só faz merda e só se afunda.

Esse Alexandre trocou sonhos por segurança. Não que segurança seja ruim, pelo contrário, mas esse Alexandre se acomodou. Muito. Esse Alexandre virou uma pífia sombra daquele Alexandre cheio de sonhos, esperanças e "sangue nos olhos". Sei que aquele Alexandre não volta, ou pode voltar cheio de cicatrizes, mas ESSE Alexandre de hoje em dia precisa morrer.